Finalmente após alguns meses de espera, chegou em terras brasileiras o famoso iPhone SE, que vem depois anos de rumores, como sendo o smartphone ‘low cost’ da maçã.

Deveria ser de custo reduzido, algo que não vai muito com a cara da Apple, mas seu preço nem ficou tão impagável assim, acredita?

Trata-se do iPhone SE, um novo modelo de 4 polegadas com capacidades bastante similares ao iPhone 6S e 6S Plus.

Evidentemente a Apple teve que restringir alguns recursos, este modelo de preço reduzido não possui a tela 3D Touch, funcionalidade que de fato não faz dele um dispositivo inferior, simplesmente permite que seu custo benefício seja mais interessante.

Um iPhone de 4 polegadas, resgatando do passado o design de 2012 e 2013, e todo o poder do processador A9 de 64-bits.

Tudo sobre o iPhone SE

A Apple de Tim Cook é daquelas que rompe todas as regras, após haver aumentado o tamanho do iPhone em 2014 a empresa voltou atrás, indagando que existe um público que ainda prefere o iPhone de menor tamanho, que percebeu que há um mercado exigente que precisa ser atendido.

Tim Cook ressaltou a importância deste modelo de preço reduzido para as pessoas que por primeira vez irão comprar seus iPhones, mostrando que será um dispositivo potente mas com grande possibilidade de ser a porta de entrada para estes consumidores que hoje utilizam aparelhos com Android.

iphone-se-acessorios

Existem mercados onde este modelo tende a se popularizar mais, como os mercados emergentes, seja a gigante China ou países como o Brasil, onde o custo dos iPhones é um inconveniente a ser driblado.

iPhone SE, sem que a maçã tenha confirmado, tem tudo para ser “small edition”. Menos é mais e a Apple se deu conta disto ao apresentar nesta tarde esta versão com câmera de 12 megapixels, filmadora em 4K, Live Photos, Touch ID e muito mais.

iphone-se-cores

Pequeno por fora, grande por dentro

A Apple ressaltou que este dispositivo embora menor em tamanho está competindo lado a lado com as capacidades do iPhone 6S e iPhone 6S Plus, ou seja, temos agora a nossa disposição o iPhone com o menor custo já visto, mas sendo mesmo assim Top de Linha.

Um grande passo da maçã para seguir conquistando novos mercados, seguir crescendo, temos assim um dispositivo capaz de reproduzir os jogos mais complexos, os aplicativos mais pesados e ainda tirar maravilhosas fotos com movimento.

O iPhone SE está disponível com capacidade de armazenamento de 16 e 64 GB, e preços a partir de R$ 2.429,10 à vista. Este se torna a porta de entrada para o mundo Apple, onde cada vez mais consumidores poderão provar o melhor sistema operacional para dispositivos móveis.

COMPRAR / SABER MAIS

* A Apple Store dispõe das quatro cores (Prateado, Dourado, Cinza Espacial e Ouro Rosa), como também a versão de 64GB (R$2.699,10 à vista). Clique acima para saber mais detalhes.

Principais características:

  • Disponível em 4 cores;
  • Equipado com o poderoso processador A9 de 64-bit;
  • Possui o co-processador de movimentos M9;
  • Mesmo poder de processamento do iPhone 6S;
  • Melhoras na duração da bateria em relação ao iPhone 5S;
  • Câmera de 12MP;
  • True Tone Flash;
  • Panorama de até 63MP;
  • Focus Pixel para melhores fotos;
  • Live Photos (movimento);
  • Retina Flash para Selfies;
  • Captura vídeos em 4K;
  • LTE de 150 Mbps;
  • Wi-Fi de até 433 Mbps;
  • Touch ID (leitor de impressões digitais);
  • Apple Pay;
  • A partir de U$399 no modelo de 16GB;
  • Disponível para pré-compra no dia 24 março;
  • Disponível nas lojas dia 31 de março;
  • Sem previsão para chegada no Brasil;
  • Sem previsão de preços no Brasil;

Para finalizar, o iPhone SE é um grande avanço no que diz respeito ao mercado dos smartphones que com este anúncio pode dar marcha atrás e voltar a lançar dispositivos menores. Se tornou prática no mercado aumentar o tamanho das telas, veremos se a maçã está acertando quando os concorrentes passarem a adotar esse sistema.

Lembrando que a Apple foi uma das últimas fabricantes a lançar dispositivos com mais de 4 polegadas, Steve Jobs resistiu a essa tendência, mas agora vemos Tim Cook voltar atrás e lançar novamente um aparelho deste tamanho.

COMPRAR / SABER MAIS

Apple estaria confusa?
Não, na verdade a Apple nunca deixou de comercializar iPhones de 4 polegadas, o modelo iPhone 5S estava à venda até hoje, como o mesmo está por completar 3 anos, a maçã se sentiu na obrigação de atender ao público fiel deste tamanho de tela, introduzindo no mercado um dispositivo com hardware atualizado.

Para mim é um tamanho ideal, não gosto muito da tela do iPhone 6S, muito menos do iPhone 6S Plus, se fosse comprar um dispositivo no dia de hoje consideraria muito essa versão.

Gostei do preço, gostei das capacidades, recomendo fortemente, principalmente por oferecer o melhor custo benefício do mercado.

Curtiu?

33 COMENTÁRIOS

  1. André Darugna, boa tarde, gostaria por favor que você me tirasse por favor algumas dúvidas sobre o iPhone SE, lembrando que nunca fui um cliente Apple, mas desejo a compra desse iPhone SE devidamente pelo tamanho de tela de 4 polegadas, e tenho apenas algumas questões:

    1- Para criar uma conta Apple ou Apple ID, pode ser criada pelo iCloud?

    2- Em termos de bateria, se for uso moderado, em torno de 30 minutos WIFI, 3G/4G e 30 minutos de chamadas, duraria 2 dias?

    3- A bateria pode ser carregada de 10% a 100% em pelo menos 2 horas?

    4- Existe algum tutorial para desativar mais serviços e economizar ainda mais a bateria?

    Desculpe fazer essas perguntas, mas como sou leigo e reiterando, nunca tive um iPhone, por isso faço essas perguntas. Obrigado e um abraço!

  2. André, parabéns pelo artigo gostei muito, e agora que foi anunciado o seu valor, acredita ainda que vale realmente a pena fazer essa compra? Estou muito afim de comprar, mas nada como perguntar a opniao de alguém com mais experiência, sendo que hoje tenho Android. A tela é 5.5 rsrs sei que vou estranhar, mas esse mal cabe no bolso. Hehe

  3. André boa noite. Pretendo comprar esse iPhone nos EUA e quero saber se o modelo ideal é o A1723 ao invés do A1662 em razão do 4g do Brasil.

  4. Pelo que vi, o “iPhone se” tem as mesmas dimensões do “5s”… Não entendi pq vc menciona que não.
    Enfim, o aparelho ideal para mim que não gostei muito das telas maiores, com certeza será meu aparelho muito em breve!
    Parabéns pela cobertura mais uma vez!

  5. Com certeza será meu próximo, vai depender do preço também neh. Não gostei muito dos novos com a tela grande, tenho o 4s e já peguei os novos e até de outras marcas com a tela grande, achei estranho, não acostumei. Mas como o amigo comentou ali em cima, no Brasil não chega por menos de 2 mil e ainda digo que pode ser bem mais caro. Isso que desanima.
    A proposta da Apple de manter o novo hardware potente dos novos mas voltar a roupa antiga dos iPhones achei bem legal, nada inovador, mas eu gostei bastante. Parabéns pelo post André. XD

  6. Super curti!! Sou usuária do 5s amo esse modelo, anteriormente usava o s4 da samsung. Não me arrependo. Estava considerando trocar o aparelho. Mas agora c esse modelo a ser lançado vou esperar para ver o Q vai acontecer c os preços. Um dos meus receios de trocar era o tamanho da tela do modelo 6s. Acho muito espalhafatoso! Na rua nem dá pra tirar pra atender uma chamada! Enfim parabéns a Apple que pensou em fazer um aparelho c dimensões menores.

  7. Já está para encomenda no site da Apple.pt. A tela é inferior ao 6s em termos de contraste e está muito longe das telas dos s6 e s7. A Apple anda a dormir na sombra do iOS.

  8. André, você não falou sobre a resolução da tela! Sinto que os iPhones em geral andam muito atrás nesse quesito. Da gosto assistir um vídeo na tela de um galaxy. Excelente post.

    • Paulo, tudo bem?
      Tela Retina 4 polegadas, como tinha o iPhone 5, 5S e 5C
      Tela Multi-Touch retroiluminada por LED
      Resolução de 1136 x 640 pixels, 326 ppp
      Proporção de contraste: 800:1 (típica)
      Brilho máx. 500 cd/m2 (típico)
      Padrão full sRGB
      Revestimento resistente a impressão digital e oleosidade

      Com certeza é uma tela com resolução boa, mas, não chega aos pés de uma QHD 1,440 x 2,560 pixels como possui o Galaxy S7.

      Agora, a questão é que um Galaxy S7 custa muito mais, além disso, qual a necessidade de uma resolução tão alta quando não temos praticamente mídia para reproduzir nela? Ou você consegue encontrar conteúdos dessa resolução facilmente? Ter a resolução é uma coisa, mas rodar vídeos em resolução inferior muda nada daí.

      Um abraço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here