Você conhece o Tinder? Trata-se de um aplicativo de serviço de busca social baseado em localização (usando o Facebook) que facilita a comunicação entre usuários mutuamente interessados, traduzindo, é um app de paquera mesmo.

O Tinder permite que os usuários demonstrem interesse uns pelos outros (match) e conversem. O aplicativo é principalmente usado como uma espécie de “cupido virtual”, mas se ramificou para fornecer mais serviços, tornando-o mais um aplicativo de mídia social geral. A plataforma Tinder adorou 2016, fornecendo diversas novidades (inclusive durante a Olimpíada do Rio de Janeiro), o app teve record de downloads esse ano, como nos conta a redação do TechTudo.

O visual do aplicativo foi totalmente modernizado esse ano e integrado com diversas outras aplicações, incluindo Spotify e Apple TV.

Olimpíadas 2016

Resultado de imagem para tinder rio 2016

Foto

O maior boom de downloads do Tinder foi na Rio 2016. O app espertamente integrou seu sistema aos jogos olímpicos e a ideia foi um sucesso. Certamente pelo fato de termos atletas, torcedores e jornalistas de todo o mundo, a paquera foi grande no Rio. Segundo a própria empresa, o aumento de usuários ativos já no primeiro final de semana do evento foi de 64%. O número de “matches” na vila olímpica mais que dobrou, um aumento de 129%. A busca mais utilizada no serviço de localização durante os jogos foi a Cidade Olímpica.

Spotify

Resultado de imagem para tinder spotify

Uma novidade bem legal que chegou ao Tinder esse ano foi a integração com o sistema de músicas Spotify. Afinal encontrar alguém que gosta do mesmo estilo musical, bandas e artistas que você gosta já é um bom início para a paquera, não é mesmo?

O “match” entre Tinder e Spotify foi um sucesso, permitindo que os usuários inserissem músicas que tocam dentro do próprio Tinder e melhorem o perfil de cada um.

Apple TV

Resultado de imagem para tinder apple tv

Mas o melhor ainda estava por vir. O Tinder em 2016 foi tão ousado que chegou à telinha, integrando seu app com a Apple TV. Chega de assistir aquela programação chata na TV, é hora de usar o Tinder. A ideia é trazer a experiência que até então era individual e no celular para grupos de pessoas, observando a foto em tamanho maior, na TV. Após o “match” de 2 determinados usuários do Tinder, o chat entre as pessoas precisa ser feito no celular.

Fim de ano

Ano novo também não deixa de ser uma época de paquera, nos fazendo acreditar que o Tinder também deve fazer sucesso nas grandes festas de réveillon.

Por hoje e só, um feliz ano novo e que 2017 seja de muito sucesso!