Ex-chefe das Apple Stores revelou que Steve Jobs achava o Genius Bar “uma ideia idiota”

Steve Jobs, deixou um legado indiscutível e é considerado por muitos um dos grandes gênios do século XX. Ele com certeza colaborou fortemente com o desenvolvimento das tecnologias que utilizamos hoje em dia, como a computação pessoal e mais tarde, a telefonia smartphone.

Mas, como todo ser humano, evidentemente ele também errou algumas vezes. Além de ter lançado produtos no mercado, que nunca tiveram sucesso, Jobs teria também tentado barrar um dos maiores diferenciais da Apple: o Genius Bar.

Segundo Ron Johnson, ex-chefe das Apple Stores, o grande nome da maçã teria achado o Genius Bar uma ideia idiota e afirmado que nunca funcionaria.

Lembro aquele dia no qual entrei e contei ao Steve sobre a ideia do Genius Bar e ele falou: “Isso é muito idiota, nunca funcionará”. – Disse Johnson durante entrevista ao podcast Recode Decode.

Não parou por aí, segundo Ron, ele agregou “você talvez até tenha a ideia correta, mas o grande problema é que não existe ninguém que saiba tecnologia que consiga se conectar com as pessoas. Eles são todos geeks, você poderia chamar isso de Geek Bar”.

Foi então que Johnson conseguiu convencer o chefe, conhecido por ser inusitado em seus comentários: “Steve, os garotos de hoje em dia cresceram num mundo totalmente diferente. Eles sabem de tecnologia e eles são quem irão trabalhar nas lojas”.

Claro que ele estava certo, e Jobs mais tarde conseguiu compreender isto. O pessoal hoje em dia nasce e cresce respirando tecnologia, pra essa galera “nativa” ensinar como usar um iPhone é mamão com açúcar.

Segundo contam, no dia seguinte Jobs pediu o registro da marca Genius Bar, e começaram os trabalhos para implementar o serviço nas lojas da Apple. O resto é história, como eles mesmo dizem, o Genius Bar é o grande diferencial das lojas da maçã, premiadíssimo e se tornou uma referência em todo o mundo.

  • Você já esteve em uma Apple Store e conhece o Genius Bar?
  • Também acha que é um serviço idiota?

Leia também:

Comentários: