Rumor: Facebook está trabalhando em um app para Apple TV

Recentemente, o WSJ – Wall Street Journal, relata que o Facebook está desenvolvendo um aplicativo para a Apple TV e outras plataformas semelhantes, citando fontes familiarizadas com o assunto. Parece que o plano da empresa de Mark Zuckerberg é que os vídeos exibidos na plataforma sejam financiados por anúncios, como alguns conteúdos patrocinados nas redes sociais da empresa.

O rumor ainda é muito pobre em detalhes, mas as fontes dizem que embora o Facebook tenha considerado a ideia por vários anos, agora, a empresa decidiu fazer dos conteúdos que relacionam vídeo uma prioridade estratégica. Tanto é que as lives (vídeos ao vivo) foram recentemente liberadas no Instagram e popularizadas ainda mais no Facebook.

Resultado de imagem para tv facebook

O site Variety observou no ano passado que o Facebook estava trabalhando para trazer programação de TV exclusiva para a sua plataforma, abrangendo programas com script e sem script. A empresa de mídia social disse então que queria lançar uma plataforma de conteúdo de vídeo:

“Estamos explorando o financiamento de alguns conteúdos de vídeo piloto, incluindo roteiro original e licenciado, sem roteiro e conteúdo esportivo, que utilizará o celular e a interação social exclusivamente no Facebook. Nosso objetivo é mostrar às pessoas o que é possível na plataforma e aprender enquanto continuamos a trabalhar com parceiros de vídeo em todo o mundo.”

Ricky Van Veen

A iniciativa está sendo encabeçada por Ricky Van Veen (foto acima), chefe do Facebook no setor de estratégia criativa global, que se juntou ao gigante social no início deste ano, vindo do famoso canal no YouTube CollegeHumor.

Quanto à publicidade, o Facebook testou recentemente anúncios de exibição em conteúdo de vídeo ao vivo e um representante da empresa continuará explorando diferentes formas de monetização, que farão da distribuição de conteúdo na plataforma um negócio sustentável para parceiros.

A nova estratégia do Facebook lembra os lançamentos originais do YouTube em 2012, quando o site de vídeos do Google gastou mais de US $ 200 milhões para financiar conteúdo para cerca de 100 canais. Desde então, o YouTube tem tomado um rumo diferente, produzindo e financiando séries de TV e filmes originais para seu próprio serviço de vídeo assinatura, o YouTube Red.

O Facebook deu seu primeiro passo para o suporte a TV em outubro, quando adicionou suporte ao AirPlay e Chromecast para permitir que os vídeos fossem transmitidos para televisores.

Por hoje é só, até a próxima!

Leia também:

Comentários: