De surpresa, Apple lança iPhone 7 vermelho e novos modelos de iPad.

Incrivelmente sem realizar nenhum evento especial, a Apple acabou de lançar no mercado novos modelos de iPad e também uma versão de cor vermelha do iPhone 7.

O iPhone de cor chamativa faz parte da conhecida campanha (PRODUCT)RED, apoiada pela marca e que ajuda pessoas com AIDS ao redor do mundo. Já os iPads entram no lugar do iPad Air 2, descontinuado, e que passa a ser parte da história da marca.

iPhone 7 vermelho

Nesta manhã a maçã anunciou uma edição especial do iPhone 7 e iPhone 7 Plus, numa bela terminação de cor vermelha e acabamento metálico, todas as ventas ajudarão no combate à AIDS.

Os dispositivos são idênticos aos anteriores, somente com a novidade da cor, nenhum novo e exclusivo recurso foi adicionado aos aparelhos.

iphone7_large

“O lançamento desta edição especial do iPhone, num maravilhoso acamento vermelho é nossa maior oferta (PRODUCT)RED até o momento, em comemoração à nossa parceria com a (RED), e nós não podemos esperar para ver o produto nas mãos dos consumidores” – Tim Cook, CEO da Apple

Se por algum motivo você estava esperando uma boa causa para comprar seu iPhone 7, esse é um excelente momento, ainda temos pelo menos 6 meses até o possível anúncio de novos aparelhos, além de poder escolher essa cor charmosa e apoiar uma nobre causa.

No Brasil irá custar o mesmo que os outros iPhones 7, mas sem a opção de 32GB, somente estarão disponíveis o de 128GB e 256GB.

VER NA LOJA

Preços a partir de R$3.149 à vista, ou 12 parcelas de R$291,58, desbloqueado para qualquer operadora, no site oficial da Apple.

iPhone SE com maior capacidade

O iPhone SE é um modelo que poucos usuários consideram, mas tem sido um grande sucesso em vendas e agora a Apple está oferecendo uma versão com maior capacidade.

Na dúvida entre um iPhone SE ou iPhone 6s, recomendamos que escolha o SE em razão do preço, inferior, mas com performance muito similar.

VER NA LOJA

Novo “iPad”, somente “iPad”

Além dos iPhones vermelhos a Apple ainda preparou mais novidades, essa vai interessar os amantes dos iPads.

Foi revelado um novo modelo de iPad de 9,7 polegadas, equipado com o processador A9 de 64 bits. O preço inicial nos Estados Unidos foi reduzido a $329 para a versão de 32GB wi-fi, o menor preço de um iPad de 9,7″ de todos os tempos.

A maçã decidiu chamá-lo simplesmente de “iPad”. Visto por fora ele é parecido ao iPad Pro de 9,7 mas com alguns retoques, entre eles foi retirado o conector “Smart Connector” e substituído o processador A9X pela geração anterior.

ipad_large

Existem outras diferenças entre o “iPad” e o “iPad Pro 9,7”, esta nova versão mais econômica não possui a tela True Tone, a mesma não é “totalmente laminada”, não possui revestimento antirreflexo, nem está equipada com uma ampla tonalidade de cores (conhecido como P3).

Vale a pena escolher o “iPad” ao invés do “iPad Pro”, entre os tablets de 9,7 polegadas? Tenho quase certeza que sim, eles compartilham quase todos os recursos, a diferença de velocidade não será muito grande, e o preço compensa.

Uma ressalva importante é que o “iPad” não é compatível com o Apple Pencil, nem com Smart Keyboard.

O “iPad” pode ser comprado no Brasil com preços a partir de R$2.249 à vista, ou em até 12 parcelas de R$208,25.

Podemos chamá-lo de iPad 9,7″ low cost, já que custa muito menos, mas vem com vários recursos a menos. Recomendo você comparar todos os modelos na página oficial da Apple antes de escolher o seu.

COMPARAR MODELOS

Considerações Finais

Gente, quero deixar minha opinião pessoal aqui, não está baseada em nenhum estudo sério, somente minha experiência com o público “Apple”.

Muitos não sabem, mas antes deste blog se chamar ABC do iPhone ele se chamava iPadDicas, um blog que teve grande sucesso e chegou a manter o milhão de visitas mensais por um bom tempo. Com o passar do tempo o interesse no iPad foi caindo, o blog foi perdendo visitantes, até que decidi mudar o foco principal do mesmo em razão de dados que obtenho pelo relatório do Analytics.

Considerando somente os relatórios de sites que eu administro, entre eles o Roteiros e Mais, ViagensDicas, DoceDieta e tantos outros projetos de clientes, pude perceber que o número de usuários de iPad foi caindo bruscamente e drásticamente, chegando ao cúmulo do público o iPadDicas que utilizava iPad ser de 12% antes da troca do nome. Em seu melhor momento essa porcentagem chegava a 60%.

Onde quero chegar com tudo isso? É claro que o iPad deixou de ser uma prioridade para a Apple, há tempos não são apresentadas novidades, nem muito menos se realizam eventos para anunciar os tablets. A maçã está tentando tirar o último suco dessa fruta, mas não posso ver um futuro muito prometedor para ele.

Para mim é triste ver como um dispositivo tão bacana não passou de ser um hype, que durou um par de anos, mas que no final não convenceu como se esperava, fazendo com que as pessoas simplesmente não consigam entender a necessidade de compra, sendo que “já possuem um iPhone”.

Eu mesmo, fiel usuário de iPad tenho o meu pegando pó na mesa, muitas vezes sem bateria, nem sentido falta do aparelho.

Triste realidade, o iPad recebe um novo modelo, quem sabe um último respiro para esse nicho que cada dia se estreita mais.

Gostaria muito de saber sua opinião, deixe sua mensagem nos comentários.

Um abraço, até já.

Leia também:

Comentários: