Conheça o sistema de segurança que permite a Apple remover cabos dos aparelhos nas lojas

Recentemente, a Apple decidiu remover os cabos de segurança de vários dispositivos em sua loja de Londres. O mecanismo prende os aparelhos à mesa, permitindo que os clientes segurem, usem, mas não levem nada para casa sem pagar, se é que vocês me entendem.

A Apple diz que as pessoas precisam ter a experiência de sentir os dispositivos em seus bolsos antes de comprá-los. Mas, se não há nada entre os portáteis aparelhos e os consumidores, a Apple fica vulnerável a roubos, certo? Errado.

A empresa recentemente introduziu novos e inovadores mecanismos de segurança para evitar situações de furtos.

Nos devices disponíveis na loja você não pode, por exemplo, definir uma senha em um celular ou tablet e depois bloqueá-lo. O mesmo acontece para os Macbooks, além dos mesmos também não poderem ser formatados. Antes era possível entrar no navegador Safari e alterar a página inicial, agora há um mecanismo para bloquear isso.

Kill Switch, o método de segurança mais eficaz

Um outro curioso suposto recurso de segurança para dispositivos iOS e Macbooks da loja torna-os inutilizáveis caso se afastem uma certa distância. A empresa implementou um sistema “kill switch”, que desativa os iPhones e iPads caso alguma unidade saia do alcance da rede WiFi da loja. Isso significa que a Apple não precisará utilizar o “Buscar meu iPhone” para desativá-lo manualmente.

Pela necessidade de funções, os dispositivos utilizados em workshops da Apple rodam uma versão diferente de iOS em relação aos que estão na área de vendas. Mesmo assim, eles também possuem o kill switch para protegê-los contra roubos e furtos.

Embora a Apple não confirme, além desses mecanismos provavelmente existem câmeras de segurança HD espalhadas pela loja. A maçã se preocupa em deixá-las escondidas, para não criar uma má sensação de estar sendo vigiado.

A Apple também aproveitou para deixar algumas funções mais práticas, como o não-armazenamento de fotos tiradas pelos visitantes: “As pessoas vinham tirar fotos com os iPhones de demonstração e ao fim da noite tínhamos que apagá-las manualmente!“, relatou um ex-funcionário da Apple.

Esta não é a primeira vez que a Apple removeu os cabos de segurança. Há algum tempo a empresa fez o mesmo com teclados, trackpads e alto-falantes, além de experimentar a remoção com o iPhone 5. Mas a ação não foi eficaz. Aconteceram vários roubos e a empresa decidiu voltar atrás. Dessa vez, com as novidades que comentamos, a Apple pretende aliar segurança e uma ótima experiência de pré-compra para o usuário.

Até a próxima!

By |2017-11-02T16:27:45+00:0017/10/2016|Noticias|1 Comentário

Sobre o Autor:

Formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL, fundador da Agência Overpoint, empresa ativa na área de Marketing, Publicidade e Propaganda. Trabalhou como designer, gestor de mídias sociais e campanhas publicitárias. Apaixonado por tecnologia, automação e redes sociais, adora testar novidades e contribuir com o desenvolvimento das mesmas.

Um Comentário

  1. Divanir Santos 25 de outubro de 2016 em 17:49 - Responder

    Cara, muito interessante o artigo! Parabéns!

Deixar Um Comentário