Nesta quarta-feira a Apple anunciou que superou a marca de 1 bilhão de iPhones vendidos em 9 anos de história. O primeiro iPhone foi lançado no dia 29 de junho de 2007, naquela época Steve Jobs comentou que seu objetivo era alcançar 1% do marcado de smartphones em 2008, o que significaria a venda de 10 milhões de unidades.

O sucesso do dispositivo foi discutido abertamente por críticos e diretores de empresas rivais, como por exemplo, Steve Ballmer (CEO da Microsoft), que riu durante entrevista dizendo que o mercado corporativo não aceitaria o iPhone, por não ter um teclado físico e por isso, não seria bom para a troca de e-mails.

Outro que se deu muito mal após o lançamento do iPhone foi Mike Lazaridis, fundador da Blackberry, empresa que naquela altura dominava com folga o mercado dos smartphones e não soube se adaptar a tempo de um final trágico. Hoje em dia a Blackberry tem menos de 1% desse mercado.

Este anúncio veio justamente um dia após a publicação dos resultados do 3º trimestre fiscal, que aponta que a empresa vendeu “somente” 40 milhões de iPhones nos últimos três meses, representando uma “queda” de 7 milhões de unidades vendidas em relação ao ano anterior.

Claro que isso não tira o direito à celebração por essa marca histórica.

Durante uma reunião de funcionários em Cupertino esta manhã, Tim Cook (CEO da Apple) anunciou que a empresa vendeu recentemente seu iPhone de número 1 bilhão.

O iPhone se tornou um dos mais importantes e transformadores produtos da história. Se transformou em mais que um companheiro constante. O iPhone é realmente uma parte essencial de nossas vidas e nos permite realizar muitos de nossos afazeres diários. – Tim Cook

Ele vai mais além, e afirma que não basta somente fazer o melhor, mas sim, estar dispostos a fazer produtos que façam a diferença e que ajudem a mudar o mundo.

comparacao-cameras-iphone

Na última semana nós superamos mais uma grande marca, quando vendemos nosso iPhone de nº 1 bilhão. Nós nunca nos propusimos em fazer o máximo, mas nós sempre estamos dispostos a fazer os melhores produtos, que fazem a diferença. Obrigado a todos na Apple por ajudar a mudar o mundo todos os dias. – Tim Cook

Sensacional não? 1 bilhão de iPhones vendidos, nessa altura é natural que as vendas caiam um pouco. O iPhone não é mais uma novidade, as pessoas não podem comprar um dispositivo novo todos os anos. É um pouco ingénuo e ganancioso acreditar que as vendas sempre vão aumentar, acredito que precisamos ser realistas, as pessoas tem também outras prioridades.

Vejo usuários com iPhone 5S, 5, ou até o 4S, satisfeitos, seus dispositivos lhe atendem perfeitamente no dia a dia, e talvez por isso, eles não estejam focados em trocar ainda, por terem apostado em uma marca que lhes entrega qualidade.

Qual usuário de Android pode contar com um dispositivo de 5 anos, como o iPhone 4S (2011), que está atualizado e roda praticamente todos os aplicativos da loja?

É nesse momento que podemos compreender que o mercado pode ter suas variações, mas sobre tudo, 40 milhões de iPhones em 3 meses, sabendo que teremos um lançamento em setembro, não está nada mal, está?

Um abraço, até já.

2 COMENTÁRIOS

  1. Quando comprei meu primeiro ipod, na minha cidade que é no interior, ninguém tinha visto ainda um aparelho um toque na tela que fosse tão fino e funcionasse tão bem, me lembro que só existia mais uma pessoa aqui com um iPhone, foi tudo muito viciante, fazer jailbreak, a cada versão do ios era mais doido o jeito que se fazia o desbloqueio, hoje o iphone evoluiu bastante, ja tive vários, até chegar no meu 6 plus, nunca usei android, mas tenho certeza que o iphone é o melhor. Mas o android vai chegar um tempo que será tão bom quanto o iphone, e nessa hora a apple tem que inovar, se não vai ficar na mesma

    • Existe hoje em dia uma série de dispositivos Android que são ótimos, acredito que na questão de custo benefício você encontra vários mais interessantes que o iPhone pra escolher. Mas, o iPhone é definitivamente o melhor, na minha opinião, não tem como ele. Há muito mais acessórios no mercado para o iPhone, aplicativos por vezes saem antes, tens todos os aplicativos Google e mais os da Apple (exclusivos), enfim, o Android não é mais “ruim” como no início, devemos respeitar pois há um monte de opções de grande qualidade que valem a pena no mercado, só é preciso optar pelos modelos top, não adianta comprar o baratin xing-ling achando que vai ser parecido com iPhone.

Comments are closed.