Apple demonstra preocupação com meio ambiente na China

Como dito em outro post aqui no blog, a questão ambiental está em evidência nas grandes empresas. Atualmente não basta apenas produzir, mas sim produzir bem e de forma renovável.

Nesta semana a Apple anunciou mais um esforço para tornar seus processos de produção favoráveis ao meio ambiente, apresentando como parceiro a empresa Lens Technology, o primeiro fornecedor chinês a se comprometer com um processo de energia limpa para componentes fabricados para os produtos da Apple.

A Lens Technology pretende que a produção de vidro para a Apple tenha 100% de fontes renováveis até o final de 2018. Para cumprir esta meta, a empresa tem a intenção de utilizar em suas instalações (na cidade de Changsha), fontes de energia limpa e renovável, provenientes de explorações de fazenda de ventos da região.

“Nosso acordo de compra de energia é o primeiro desse tipo no sul da China e esperamos que sirva de exemplo para outras empresas que procuram fazer a transição para fontes mais limpas e mais econômicas de energia”, disse o CEO da Lens Technology, Zhou Qunfei.

Em uma escala mais ampla, todos os 14 locais de montagem de dispositivos da Apple na China estão de acordo com normas “Zero Waste Landfill standard” (desperdício zero). A adesão ao programa ajudou a poupou 140.000 toneladas de resíduos que iriam a aterros, segundo a Apple.

A Apple quer mostrar ao mundo que as empresas podem fabricar de forma responsável, e para isso eles trabalham junto dos nossos fornecedores para ajudá-los a reduzir o impacto ambiental de suas fábricas na China, afirma Lisa Jackson, vice-presidente de Ambiente, Políticas e Iniciativas Sociais da Apple.

“Parabenizamos a Lens por seu passo ousado e esperamos compartilhar as lições que aprendemos em nossa transição para as energias renováveis.” – adiciona.

Mas, por que a China?

A China possui as grandes indústrias com fama de ignorarem as preocupações ambientais. Depois de intensa pressão de ONGs e organizações ambientais. A Apple preocupada com os processos de fabricação de seus produtos, vê a necessidade de colaborar com a China para mudar esse cenário.

A empresa segue trabalhando com fornecedores parceiros para instalar mais de 2 gigawatts de novas fontes de energia limpa e reduzir a emissão de carbono vinda da fabricação em massa.

Tem mais, a Apple informou que o seu principal fornecedor, a Foxconn, está trabalhando para completar os primeiros 80 megawatts obtidos da energia solar, parte de um projeto ambicioso que terá no total 400 megawatts.

É meus amigos, as empresas em sua maioria, precisam acordar para esta questão. A postura da Apple é correta e eu diria até esperta: escolher um país conhecido historicamente pela poluição e implantar uma política sustentável, ajudará muito a reforçar a imagem da empresa.

Até a próxima!

By |2016-08-17T14:43:25-03:0017/08/2016|Noticias|

Sobre o Autor:

Formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL, fundador da Agência Overpoint, empresa ativa na área de Marketing, Publicidade e Propaganda. Trabalhou como designer, gestor de mídias sociais e campanhas publicitárias. Apaixonado por tecnologia, automação e redes sociais, adora testar novidades e contribuir com o desenvolvimento das mesmas.

Deixar Um Comentário