Facebook deve copiar novamente o Snapchat, dessa vez na timeline

Após oferecer cerca de U$ 3 bilhões e mesmo assim não conseguir comprar o Snapchat, a rede social Facebook não pretende parar de copiar alguns recursos da plataforma.

O mais recente exemplo são os Stories, do Instagram, uma funcionalidade que permite postagens rápidas e que desaparecem do perfil em 24 horas.

De acordo com um relatório publicado hoje no Business Insider, o Facebook está testando um recurso similar ao Stories em seu feed de notícias, no aplicativo mobile.

Um porta-voz da empresa disse à publicação do Business Insider que o suposto “Facebook Stories” aparecerá em breve para todos os usuários, no topo do aplicativo para smartphones, permitindo que o usuário toque nos círculos para ver a história de um amigo, da mesma maneira que já ocorre no Instagram (rede social que também pertence ao Facebook).

Com a implementação do novo recurso, os usuários poderão acessar fotos e vídeos que irão desaparecer automaticamente após 24 horas, utilizando a opção Facebook Stories ao invés da publicação convencional.

Provavelmente, o conteúdo do Stories do Facebook não aparecerá no feed de notícias, da mesma forma que funciona o recurso no Instagram.

Sem ser publicado em seu feed, a forma de interação com seus seguidores será através de mensagens diretas, para responder à história de alguém, a pessoa terá a opção de enviar uma DM.

“A forma como as pessoas compartilham hoje é diferente de alguns anos atrás – é muito mais visual, com mais fotos e vídeos do que nunca”, disse o Facebook em comunicado.

“Queremos tornar rápido e divertido o fato das pessoas compartilhem fotos e vídeos criativos e expressivos com quem quiserem, sempre que quiserem”. – agregou o porta-voz.

Segundo informações, o recurso está sendo testado atualmente com um subconjunto de usuários do Facebook na Irlanda, antes de ser lançado oficialmente.

Parece que a empresa está realmente empenhada em competir de frente com o Snapchat, adicionando diversos recursos semelhantes em seus principais aplicativos.

Muitos críticos não aprovaram as cópias que Mark Zuckerberg está implementando em seus aplicativos, outros, acreditam que atualmente esta concorrência é saudável para os usuários.

Quem não gosta alega que a empresa não teve criatividade suficiente para criar recursos interessantes ou até mesmo que a atitude foi desleal, uma vez que “pegou carona” na popularidade do Snapchat.

Sinceramente, acredito que o Facebook agiu conforme o mercado, tentou a compra da plataforma, não obteve sucesso, logo implementou o que os usuários estão querendo no momento.

Qual a sua opinião? Abraço!

Leia também:

Comentários: